A bela Figueira, uma perfeita Aldeia do Xisto para se visitar em Portugal

By julho 7, 2016 3

Figueira foi uma das mais autênticas aldeias portuguesas em que já ficamos.

Fomos convidados por nossos amigos queridos Zeca e Tina, ele brasileiro, ela portuguesa cujos avós viveram nesta aldeia, e assim nos proporcionaram o privilégio de ficar em uma bela casa centenária.

Figueira integra a rede de aldeias designadas Aldeias do Xisto desde 2007, um projeto de desenvolvimento sustentável que visa a dinamização das artes e ofícios tradicionais, do patrimônio, e dos produtos locais característicos das aldeias que integram a rede.

Figueira, Aldeias do Xisto

Esta é mesmo uma “aldeia” com galinhas nos poleiros, cabras, forno comunitário, hortas e carroças, destino ideal para quem gosta de natureza, história e tradição. Figueira é um destino com alma.

Percorrendo a estreita rua principal da aldeia, ou suas ruelas, vê-se um conjunto de casas de xisto, algumas das quais ainda bem conservadas e que nos faz perceber o modo de vida comunitário de antes: são hortas, quintais, currais e o forno comunitário convivendo em todo o espaço urbano. Vê-se também inúmeras árvores frutíferas.

DSC06235

Na parede de xisto ao lado da porta do forno, mantém-se o sistema original de marcações em que as famílias selecionavam o dia em que queriam cozer o pão. O forno era o coração da aldeia.

A estrutura peculiar da Figueira mostra que a disposição das ruas, uma longitudinal e várias transversais, formava um conjunto de entradas que eram fechadas com “portas” à noite, para que a população e os animais domésticos ficassem protegidos do ataque dos lobos. Ainda hoje existem vestígios de algumas dessas portas.

1. Nosso Restaurante em Figueira

Restaurante Casa Ti’Augusta fica em uma antiga casa da aldeia recuperada pelos proprietários e cunhados, Joana e João. Espaço rústico porém charmoso e confortável. Servem ótimos pratos da gastronomia tradicional da região com um toque de sofisticação.

Figueira, Aldeia do Xisto, Portugal

Couvert: enchidos e queijos,cogumelos com bacon maravilhosos.

Maranho: enchido misto de carnes com arroz, hortelã e outras ervas, feito no bucho da cabra ou da ovelha. Não é em todo lugar que se come maranho, mas na Casa Ti Augusta tem que comer. Se estiver por estas bandas não deixe de provar, é esquisito mas é gostoso, me lembrou um pouco os charutinhos da comida árabe, a hortelã, a carne com arroz…muito bom. Acompanhado com um belo vinho tinto da região, forte e encorpado.

Depois Cabrito assado no forno à lenha e para finalizar queijo de cabra e doce de abóbora e nozes.

fotos do Maranho, trazido para comer em casa

2. Lojas do Xisto

Na Loja da Aldeia, no piso térreo do Restaurante Ti Augusta, podem ser encontrados produtos regionais como artesanato, doces da região, mel, pães feitos em forno à lenha e outras curiosidades da região.

3. Onde se hospedar em Figueira

Dos mesmos proprietários do restaurante, a Casa Ti’Augusta é uma casa de xisto recuperada; um alojamento rural com um quarto e uma suite. São 58 Euros/noite, com café da manhã incluído: pão quente em forno a lenha, queijos, cereais, frutas, iogurtes e sucos naturais.

Figueira, Aldeia do Xisto, Portugal

4. A Casa centenária em que nos hospedamos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Adorei Figueira e toda a experiência de vivenciar o simples e natural, em uma região cheia de história e tradição.

4 Comentários
  • Luiz Carlos Braz dos santos
    julho 8, 2016

    Que linda matéria! Estive do seu lado e não aprendi tanto como esta postagem. Sensacional!!!!

  • Tininha Laia
    março 1, 2018

    Tão lindo!
    Parabéns querida Mónica!
    Obrigada por dar a conhecer este belo registo da Figueira!!

    • Luiz carlos B Dantos
      março 5, 2018

      Saudades vossas! Nunca esquecerei desse lugar lindo e cheio de estórias.
      Bjs e até a volta.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Translate »