Tulor e Pukará de Quitor, os sítios arqueológicos do deserto. Deserto do Atacama (parte5)

By outubro 6, 2015 1

As casas de adobe do povo atacamenho encontradas em Tulor datam de 800 a.C. a 50 d.C.

Do mirante construído sobre as ruínas, é possível ver parte dos trabalhos de escavação que foram realizados ali.

Tulor, Atacama

 

A aldeia é formada por uma série de construções circulares em adobe, interconectadas entre si, rodeadas por uma muralha perimetral.

Tulor, Atacama

 

Hoje se encontram quase soterradas devido à ação do vento forte, que insiste em esconder um dos sítios arqueológicos mais antigos do norte do Chile. A arquitetura ali apresenta semelhanças entre as sociedades pré-colombianas dos Andes.

Tulor, Atacama

 

Dos 5.700 km² do que se acredita ter sido a aldeia, apenas 7% está aberto para visitação. Fica a 7,7 km a sudoeste de São Pedro de Atacama.

Tulor, Atacama

 

Localizado em um oásis antigo, uma vez irrigado pelo rio San Pedro, Tulor é o mais importante de um conjunto de sítios antigos no deserto de Atacama. Foi abandonado quando o oásis secou e as dunas avançaram.

 

 

O outro sítio importante é Pukará de Quitor  uma aldeia pré-Inca construída sobre uma encosta íngreme.

O lugar serviu também como fortaleza, durante a invasão dos conquistadores.

 

Foi declarada Monumento Nacional em 1982. Suas ruínas estão parcialmente restauradas, e é muito interessante ver o intrincado padrão dos edifícios.

Pukara de Quitor, Atacama

 

Uma caminhada de 30 minutos, com algumas partes íngremes, leva a um mirante com uma vista de tirar o fôlego.

Pukara de Quitor, Atacama

 

Não há sombra, e protetor solar é essencial. É melhor fazer este passeio na primeira parte da manhã ou no pôr do sol. Incríveis são as vistas sobre as formações rochosas do Valle de la Muerte.

 

Clique e veja todas as outras dicas sobre o Atacama

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Translate »