Dicas de lugares imperdíveis em Amsterdam. Um caso de amor com a cidade (parte2)

By agosto 3, 2015 2

Amsterdam tem tanta coisa interessante, que seriam precisos vários posts para falar tudo o que há para fazer, por isso me concentrei no que é realmente especial. Assim, continuando o post anterior…

 

Amsterdam

 

 

O que fazer em Amsterdam

 

8. Passeio de barco pelos canais

É a melhor maneira de ver e sentir a cidade. Se você nunca foi a Amsterdam, tem que fazer!

Existe uma lenda por lá, que diz que se você e seu amor se beijarem embaixo de cada ponte durante o passeio pelos canais, ficarão juntos para sempre, além de voltarem muitas vezes à cidade. Parece que deu certo com a gente. Fizemos isso em 2004 e continuamos juntos, e voltando muitas vezes.

Amsterdam

 

9. Nieuwmarkt

A área já foi um canal aberto, que foi fechado em 1614 para criar o mercado que dá o nome à praça. Um mercado diário ainda é realizado aqui, e um mercado orgânico todos os sábados. Muitos cafés, bares, restaurantes e lojas interessantes cercam a praça, um lugar bem legal para passar algumas horas bebericando e observando as pessoas.

Amsterdam

Nieuwmarkt

 

No centro da praça está o edifício histórico De Waag.

Amsterdam

Castelo De Waag

 

10. Red Light District

Muito engraçado se não fosse meio deprimente. São várias lojas de sexo, peep shows, bordéis, lojas de preservativo, um museu do sexo, e prostitutas que se exibem em janelas vermelhas iluminadas. Tudo absolutamente normal… Os trabalhadores do sexo aqui têm o seu próprio sindicato, proteção policial, um centro de informação para visitantes e monitorização frequente.

Amsterdam

Red Light District

 

É um lugar para turista desavisado, mas que acho que vale a pena ao menos uma vez na vida ver isso de perto. Se você quiser ir, deve estar atento a: não tirar fotos das meninas nas janelas, é estritamente proibido, ter cuidado com os batedores de carteira e não comprar drogas na rua por ali, é ilegal e para isso existem as coffeeshops.

Amsterdam

 

Amsterdam é uma cidade cosmopolita, cheia de opções, e com muitas, muitas áreas de compras. Então lá vai:

 

11. Haarlemmerstraat

E sua continuação Haarlemmerdijk, é uma das ruas mais interessantes e convenientes em Amsterdam. Restaurantes, bares, coffeeshops, smartshops, boutiques de moda, arte e design. Fica bem perto da Centraal Station no bairro Joordan. Aqui você acha desde um bolinho de bacalhau português frito na hora, a uma degustação de ostras.

Amsterdam

Amsterdam

Haarlemmerstraat

 

12. Leidsestraat

Essa rua que sai da Koningsplein e vai até a Leidseplein, é como que uma artéria da cidade. Corta todo o semicírculo de canais de Amsterdam. É uma rua de pedestres compartilhada apenas com os trams. Muito legal de passear pois tem de tudo; moda, conveniências, fast food, além de não ter as bicicletas que às vezes tiram a gente do sério.

Leidsestraat

Leidsestraat

 

 

13. Pc hooftstraat

É a “Oscar Freire” de lá; onde estão a Mont Blanc, Channel, Armani, Ralf Lauren, Burberry, Bulgari, Cartier, Prada, e todas as grandes marcas. É lá que você vai ver os holandeses realmente ricos em carros como Ferraris, Rolls Royces e Porsches.

The_most_expensive_street_of_Amsterdam

Pc hooftstraat

 

14. O Jordaan

O Jordaan é um bairro antigo, que por séculos permaneceu como o bairro da classe trabalhadora, até que nos anos 60 e 70 foi tomado por artistas, estudantes e profissionais liberais.

Hoje é cheio de galerias de arte, bares, restaurantes e “bruin cafés”. Bruin café é o pub deles, que teve as paredes amarronzadas (bruin = marrom) pelo tempo, fumaça de cigarro; com certeza o melhor lugar para se tomar cerveja. Andar sem destino certo e sem pressa é a pedida no Jordaan.

 

15. O De Pijp

Anteriormente um bairro de classe operária, hoje De Pijp é o lar de uma comunidade multicultural e um dos mercados mais famosos da cidade, o Albert Cuypmarkt. Mercado que existe há mais de um século e onde se vende de tudo, desde frutos do mar frescos, carne e queijo, a flores, roupas e jóias. Passear pelas barracas coloridas e provar a comida de rua é uma experiência legal. O bairro tem também uma variedade de restaurantes charmosos, acolhedores cafés tradicionais e bares da moda.

 

 

16. Heineken Experience

Apesar de ser mais uma armadilha para turista, não deixa de ser bem interessante. Você entra na cervejaria antiga e assiste ao processo de produção da cerveja. Degusta a minha cerveja preferida e volta feliz para casa.

Heineken

 

Veja também:

Dicas de lugares imperdíveis em Amsterdam. Um caso de amor com a cidade (parte1)

Dicas de restaurantes e como comer bem em Amsterdam. Um caso de amor com a cidade (parte3)

Dicas de lojas interessantes e compras diferentes em Amsterdam. Um caso de amor com a cidade (parte4)

0 Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Translate »